estudamos´t, o jornal online da Escola Secundária Miguel Torga !

Vem conhecer o jornal da tua escola.
 
InícioInício  FAQFAQ  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Personalidades - Fernando Pessoa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin_mamen
Admin


Mensagens : 33
Data de inscrição : 30/09/2008
Idade : 26
Localização : Por ae

MensagemAssunto: Personalidades - Fernando Pessoa   Qui Jan 08, 2009 9:26 pm

Nesta edição vamos dar-vos a conhecer um pouco a cerca de Fernando Pessoa, um dos maiores escritores portugueses de sempre...

Citação :
Biografia

1888 – Nasce Fernando António Nogueira Pessoa, no Largo de S. Carlos, nº4, entre o Teatro de S. Carlos e a Igreja dos Mártires.
1895 – Fernando parte com a mãe para a África do Sul. Viverá em Durban
dez anos em Ridge Road, tendo estudado no Convento de West Street.
1899 – Fernando Pessoa entra para a Durban High School. Nesse ano recebe o Forum Prize.
1902 – Fernando matricula-se na Commercial School.
1904 – É-lhe concedido o Queen Victoria Memorial Prize
1905 – Regressa a Portugal após ter passado um ano na Universidade Cabo da Boa Esperança.
1906 – Matricula-se em Lisboa no Curso Superior de Letras.
1909 – Toma contacto com o Simbolismo.
1910 a 1914 – Escreve n’A Águia
e mantém um circulo de amigos em Lisboa, do qual fazem parte Mário de
Sá Carneiro, Santa-Rita Pintor, Almada Negreiros, entre outros.
1914 – A 8 de Março nasce o primeiro dos seus heterónimos, Alberto Caeiro.
1915 – Sai o primeiro numero da revista Orpheu, em que Pessoa participa com alguns poemas.
1919 – Conhece Ophelia, a única mulher que teve lugar na sua vida.
1932 – Publica a obra Mensagem.
1935 – Morre a 30 de Novembro no Hospital de São Luís dos Franceses.
Citação :
Obra

A sua obra encontra-se dispersa por várias revistas e publicações. Pessoa escreveu diversos textos em revistas como A Águia, Orpheu, Portugal Futurista, Revista Contemporânea, Athena e Presença. Como obras individuais em português, escreveu Mensagem e O Livro do Desassossego.
Citação :
A Heteronímia

Fernando Pessoa é o criador de Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de
Campos. Ele encontrou na criação dos seus heterónimos a forma de
exprimir o modo como entendia as coisas. A heteronímia é uma forma de
projectar a multiplicidade e heterogeneidade que caracterizam os tempos
actuais.

“Não sei quem sou, que alma tenho.
Quando falo com sinceridade não sei com que sinceridade falo. Sou
variamente outro do que um eu que não sei se existe (se é esses outros)
(…)
Sinto-me múltiplo. Sou como um quarto com inúmeros espelhos fantásticos
que torcem para reflexões falsas uma única anterior realidade que não
está em nenhuma e está em todas. (…) Sinto-me viver vidas alheias, em
mim, incompletamente, como se o meu ser participasse de todos os
homens, incompletamente de cada, por uma suma de não-eus sintetizados
num eu postiço.”


Esta é uma das explicações dadas pelo próprio Fernando Pessoa para a criação dos seus heterónimos.
Citação :
Ortónimo e Heterónimos - Temáticas

Fernando Pessoa (ortónimo):
- Fingimento artístico: O poema é um produto intelectual e não emocional.
- Dor de pensar: Ao pensarmos temos consciência das limitações da nossa
espécie e assim nunca seremos felizes. Por outro lado, se formos
inconscientes não temos consciência da nossa felicidade e também não
somos felizes. A única maneira de encontrar a felicidade é termos
consciência da nossa inconsciência.
- Nostalgia de Infância: Saudades da infância, a única época da sua vida onde foi realmente feliz.

Alberto Caeiro:
- Naturalismo: Caeiro é um poeta da Natureza, pois vê-se a ele mesmo como sua parte integrante.
- Interpretação do mundo através dos sentidos: Apenas os sentidos são
capazes de captar as sensações na sua verdadeira essência, sem que
sejam filtradas pela razão.
- Negação da utilidade do pensamento: O pensamento não nos traz nada de
novo, o sentido das coisas não interessa, o conhecimento da sua
existência é o suficiente.

Ricardo Reis:
- Epicurismo e estoicismo: O prazer deve ser sabiamente gerido,
moderado. Devemos para isso encontrar a ataraxia, a tranquilidade capaz
de evitar qualquer perturbação. Não ceder ao impulso dos instintos.
- Neopaganismo / Classicismo: Apenas através do paganismo conseguimos verdadeiramente descobrir a verdade, a moral.
- Inevitabilidade do destino: A vida é efémera e todos vivemos a vida aguardando pela morte.

Álvaro de Campos:
- Decadentismo: Tédio e cansaço das emoções constantes, necessidade de novas sensações.
- Futurismo e sensacionismo: Exaltação dos excessos, euforia desmedida.
- Intimismo: Depressão, cansaço e melancolia perante a incapacidade das realizações.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://estudamost.forumeiros.com
 
Personalidades - Fernando Pessoa
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Você se acha uma pessoa boa?
» A pessoa que peca sem saber está condenada em seu pecado.
» Uma pessoa que trai, ama a pessoa com que namora?
» data de nascimento de uma pessoa
» SEJA BEM VINDO Pastor Fernando

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
estudamos´t, o jornal online da Escola Secundária Miguel Torga ! :: Estudamos´t, 1.ª edição :: Sabias que?-
Ir para: